• Home
  • /
  • Elenco
  • /
  • Reformulação na zaga do Palmeiras Sub-20 para 2020 e 2021
Henri e Renan, zagueiros do Palmeiras

Reformulação na zaga do Palmeiras Sub-20 para 2020 e 2021

O setor defensivo do Palmeiras Sub-20 passou por uma transição importante ao longo do segundo semestre de 2019 quando Gabriel Furtado e Vitão, titulares a mais de um ano e multicampeões, foram negociados. Kaique Mafaldo, Guilherme Matos, Diguinho, Patrick de Lucca e Hiago foram testados sem muito sucesso, sequência e não mais estão no clube.

Guilherme Matos, Hiago e Diguinho estavam emprestados por Novorizontino, Fortaleza e Alverca (de Portugal) e não tiveram seus direitos adquiridos em definitivo. Patrick de Lucca teve o contrato encerrado e já assinou com o Bahia. Kaique Malfado foi emprestado para o Millionários, da Colômbia.

Helder (geração 2000) foi o zagueiro que mais se consolidou na equipe e deve ser o único remanescente da zaga Sub-20 de 2019 para a temporada 2020. Mesmo assim, ainda não está descartado um empréstimo para que o jogador ganhe rodagem profissional ainda este ano. Ele está na última temporada com idade de base.

A tendência é que o Palmeiras dê espaço para os zagueiros da geração 2002, que era sub-17 no ano passado, como o trio de selecionáveis Henri, Renan e Daniel Alves. Henri, inclusive, mesmo mais novo, foi titular no final de 2019 no sub-20 e o capitão da equipe na Copa São Paulo, realizada em janeiro. Hoje ele integra o profissional, mas é possível que atue na base quando os torneios voltarem para manter o ritmo de jogo.

Daniel Alves, Henri, Renan,Gabriel Silva, Gabriel Veron, Gustavo Garcia e Fabinho.

Daniel Alves, Henri, Renan, Gabriel Silva, Veron, Garcia e Fabinho, todos do Palmeiras, na seleção Brasileira Sub-17 em 2019

 

Quem mais pode ganhar oportunidades?

Além de Henri, Renan e Daniel Alves, o Palmeiras também aposta muito em Jhow, da geração 2003 (idade Sub-17), que também já foi convocado para seleções de base. É possível que ele ganhe mais rodagem na categoria sub-20 ao longo do ano. Outra opção é Kaiky Naves, volante de origem da geração 2002, mas que disputou e venceu a Copa Santigo realizada em janeiro atuando como zagueiro. Todos têm contrato profissional e os acordos foram recentemente renovados pelo Palmeiras.

O Palmeiras prioriza zagueiros rápidos e que tenham boa saída. Henri, Renan, Jhow, Daniel, todos são considerados técnicos para a posição. Daniel e Renan, inclusive, já atuaram muitas vezes na lateral-esquerda.

 

É possível que sejam feitas contratações?

Sim. O Palmeiras está sempre ao mercado e pode fazer aquisições para a posição. No mercado da base, é comum a realização de empréstimos com opção de compra, principalmente de destaques de equipes menores. Daniel Alves, por exemplo, chegou ao Verdão por estes moldes do Novorizontino e foi adquirido em definitivo no início de 2020.

O zagueiro boliviano Leonardo Zabala é um exemplo de novidade no elenco. Recentemente convocado para a seleção de seu país, ele está no Palmeiras desde o início do ano, mas ainda não assinou o contrato em definitivo.  Assim como Henri, Daniel e Renan, ele é nascido em 2002.

No entanto, é importante ressaltar que pela crise econômica, os investimentos devem ser menores neste ano. Com um calendário esvaziado pela pandemia do Coronavírus, a tendência é que os elencos sejam mais enxutos. Por enquanto, apenas a Copa do Brasil Sub-20, o Brasileiro Sub-20 e a Copa São Paulo Jr 2021 estão confirmados. Em outros anos, a equipe ainda disputava o Campeonato Paulista ao longo de quase toda temporada e participava de ao menos dois torneios internacionais.

 

Veja também

Calendário da Base atualizado de 2020

Palmeiras encaminha empréstimo de zagueiro Sub-20 à Colômbia

 

 

Quer saber mais informações sobre Base do Palmeiras? Siga as nossas redes sociais:

Twitter: @BasePalmeiras

Instagram: @basedopalmeiras

Facebook: facebook.com/basepalmeiras/

Deixe uma resposta